terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Homem morre com 5 tiros na Rua do Pati


Tombou morto hoje com cinco tiros de revólver, por volta das 14h40, Leandro Costa de Moraes, 25 anos. O crime aconteceu na Rua do Pati, em uma residência que, segundo informações de populares, ficava na vizinhança de uma empresa de móveis usados onde ele trabalhava.

Narrativas afirmam que dois elementos de moto apareceram rapidamente e, em seguida, o carona desferiu 5 disparos fatais contra Leandro, que faleceu no local.

Vereadora preocupada com tragédias indica plano preventivo à prefeitura

A vereadora de Salvador, Tia Eron – PRB demonstra mais uma vez que está antenada aos acontecimentos que envolvem a capital baiana. Com o fim do verão que se aproxima, chega o período de chuva e a vereadora preocupada com os problemas da época, faz indicação ao prefeito de Salvador.

Projeto de Indicação 510/2013 propõe ao prefeito, a criação do Plano Municipal de Prevenção às Consequências das Chuvas. Hoje, de acordo com o Plano Diretor de encostas, realizados pela Defesa Civil de Salvador existem mais de 2.100 pontos de risco distribuídos em 540 áreas. Nesses locais, vivem cerca de 100 mil pessoas.

A pesquisa relata ainda que é grande o número de vítimas. Só nos últimos três anos, cerca de 30 pessoas morreram e 300 famílias ficaram desabrigadas por causa das chuvas em locais como Águas Claras, Bate Facho, Vila Canária, Sussuarana e Subúrbio Ferroviário.

Tia Eron entende que o trabalho preventivo pode evitar que a população passe por esse tipo de situação, principalmente de abril a junho, período em que mais chove na capital baiana. A ideia é realizar ações antecipadas envolvendo diversos órgãos municipais e estaduais, articulados pela Defesa Civil, com cerca de 600 servidores atuando em esquema de revezamento.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Ex-plantadores de coca investem em cacau orgânico no Peru

No Peru, em uma região antes dominada pelo narcotráfico e pela produção de coca, cresce hoje uma plantação sustentável de cacau. Os agricultores locais se tornaram especialistas no plantio orgânico.

Por várias décadas, as plantações de coca dominaram a província de San Martín, uma região fértil e quente entre a Cordilheira dos Andes e a Amazônia brasileira, a mil quilômetros de Lima, no Peru. Os moradores viviam sob o domínio de narcotraficantes e do grupo guerrilheiro Sendero Luminoso. "A coca crescia daqui até o horizonte", recorda Adán Rivera, que também se via obrigado a cultivar a matéria-prima da cocaína.

O passado de Rivera é marcado pela atuação dos traficantes. "Nós ainda éramos crianças. Um dia estava com minha família e amigos na estrada quando uma caminhonete parou e homens uniformizados desceram", conta. O compartimento de carga do veículo transportava alguns homens amarrados. "Dias depois, os corpos foram encontrados, sem as mãos."

Rivera não sabe porque os homens foram mortos, mas sabe quem os matou: "Eles eram do Sendero Luminoso". A organização, que planejou sua marcha do cinturão tropical no flanco Leste em direção à capital Lima, desconfiava dos agricultores e usava exemplos sangrentos para intimidar os "contra-revolucionários". Na época, Rivera tinha medo de andar pela estrada.
Das Wunder von San Martín Bio-Kakao-Anbau in Peru Tingo Maria

A província de San Martín trocou a coca por cacau e colhe os frutos da mudança

Hoje é diferente. Os filhos de Rivera vão à escola na cidade vizinha. Ele agora supervisiona uma plantação de cacau orgânico. O cultivo pertence à empresa alemã Forest Finance, que investe no cultivo sustentável de cacau. "O Peru produz há alguns anos cacau de alta qualidade. Nós queremos continuar essa tradição", diz o chefe da empresa, Harry Assenmacher.

Redução das taxas de pobreza pela metade

"Desde 1980 até a metade dos anos de 1990, o Peru era o maior produtor mundial de coca", afirma Fernando Rey, diretor da Comissão Nacional para o Desenvolvimento da Vida sem Drogas (Devida). A comissão, que funciona num prédio vigiado por soldados na capital Lima, quer afastar o Peru da coca.

Nesse meio tempo, a Colômbia se transformou na principal produtora de coca. Junto com a Bolívia, os três países ainda formam o chamado triângulo de ouro da máfia internacional da coca. Fernando Rey sabe que tem um trabalho difícil: no sudeste do Peru, a produção da planta segue sem perturbações, mas na província de San Martín, a mudança teve sucesso.
Adán Rivera ainda lembra como era o plantio e o manuseio da coca

Adán Rivera ainda lembra como era o plantio e o manuseio da coca

Rey fala do milagre de San Martín. "Hoje a região produz 12 mil toneladas de cacau, um terço da produção peruana". O país é o 12º produtor de cacau no mundo, mas o segundo na produção do fruto orgânico, atrás da República Dominicana. "O índice de pobreza caiu de 70% para 31% nos últimos dez anos", complementa. Em nenhuma outra região do país andino a economia cresceu com tanta força.

Além dos investimentos do Estado em escolas, estradas e segurança, a produção agrícola também vive uma expansão. A área utilizada para a agricultura duplicou. Além do cacau, os agricultores cultivam café, arroz e palmeiras e se beneficiam dos preços altos no mercado internacional. A União Europeia injetou nos últimos anos 36 milhões de euros na região.

Mas o problema das drogas ainda está longe de ser resolvido. "A rota das drogas muda. A cocaína peruana, que antes era destinada aos Estados Unidos, é hoje levada para a Europa através do Brasil e da África ", explica o diretor da Devida.

Cooperativa faz escola

A província de Huánuco, que faz fronteira com San Martín, também deu início a uma nova era. Os 55 mil habitantes da capital provincial, Tingo María, junto com a organização agrária El Naranjillo, têm hoje uma das maiores cooperativas de cacau orgânico da America Latina.
Francisco Rodriguez conta que o cacau da mais trabalho, mas a legalidade compensa

Francisco Rodriguez conta que o cacau da mais trabalho, mas a legalidade compensa

Antes, a cidade era uma grande produtora de coca. Os fazendeiros da região não eram apenas plantadores, relembra Francisco Rodriguez, integrante da cooperativa. "Muitos mantinham seu próprio laboratório. Com cloro e gasolina, produziam pasta de coca a partir das folhas". Rodriguez é do povoado de Huayhuantillo, onde setenta famílias trocaram a cultura de coca por cacau orgânico nos últimos anos – como a maioria dos quase dois mil cooperados. "A transição foi difícil, levou alguns anos. O cacau exige mais e rende menos que a coca. Mas agora o negócio é legal e seguro", diz ele.

Em Huayhuantillo, a nova escola de ensino fundamental e o gramado bem cuidado da praça comprovam a mudança. Nas ruas, não se vê lixo. As casas têm fossa séptica – bem diferente de outras vilas isoladas e suas casas pobres de telhados sobre estacas, que ainda vivem da coca. A cooperativa paga aos produtores um complemento de 36 centavos de euro por quilo em relação ao preço de mercado. Além disso, oferece saúde gratuita e ajuda a manter as crianças na escola.

Na Alemanha, a organização de comércio justo GEPA e a cadeia de alimentos orgânicos Naturland são clientes da cooperativa. Cerca de 25% do cacau usado na fabricação do chocolate da rede orgânica vêm dos ex-produtores de coca do Peru. Os agricultores se dizem satisfeitos com a mudança dos negócios, e por terem escapado dos problemas constantes com compradores de coca, terroristas e militares que dominavam suas vidas.

Governo do Estado vai construir oito presídios

O sistema prisional baiano terá mais 3.822 vagas. O contrato foi assinado pelo governador Jaques Wagner e o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, na sexta-feira, dia 17.

Estão previstas a construção de sete unidades prisionais e a ampliação de outras quatro na capital baiana e no interior. As novas vagas serão disponibilizadas em Salvador, Itabuna, Vitória da Conquista, Barreiras, Irecê, Brumado, Paulo Afonso e Juazeiro.

Atualmente, a população prisional é de 12.300 pessoas para nove mil vagas. Com as novas 3.822 vagas, o déficit de espaço nos presídios será superado, restando ainda 522 vagas que serão preenchidas com parte dos presos em delegacias.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Ministério Público recomenda cancelamento de 'Carnaval Antecipado' em Itabuna

Principais motivos são por questões de saúde e segurança
O Ministério Público Estadual (MP-BA) recomendou ao município de Itabuna que cancele o 'Carnaval Antecipado' da cidade, previsto para acontecer entre os 13 e 16 de fevereiro. Os principais motivos são por questões de saúde e segurança, já que a cidade está em 'situação de emergência', estabelecida pelo prazo de 180 dias em razão da forte chuva que caiu em novembro de 2013 e a possibilidade de um novo surto epidêmico de dengue.

Segundo o promotor do caso, Patrick Pires da Costa, o Levantamento de Índices Rápidos de Aedes Aegypti (LIRAA), divulgado em dezembro do ano passado, identificou que, das residências visitadas pelos agentes de endemias, 27,5% possuíam larvas do mosquito da dengue, maior percentual em média registrado na história.

"Mesmo que a contratação dos músicos e bandas fique sob a incumbência da iniciativa privada, o apoio logístico e de publicidade eventualmente assumidos pela municipalidade acarretam gastos vultosos", disse antes de ressaltar que o gasto com um evento do gênero representaria sérios danos ao interesse público, com o direcionamento de verba pública para acontecimentos sem prioridade.
Fonte: iBahia

sábado, 18 de janeiro de 2014

Deputados José de Arimatéia e Marcio Marinho estão em Itabuna

O Deputado Estadual Pastor José de Arimatéia (PRB/BA) tem realizado uma série de visitas a bairros de Itabuna. Neste sábado foi a vez de Nova Ferradas e São Roque, onde acompanhado ello secretário da Infraestrutura Marcos Monteiro, encontrou-se com lideranças e informou-se sobre as necessidades e anseios daquelas comunidades.

A visita foi providenciada por Denilton Santos, diretor do Projeto Cidadania Já e inclui ainda um compromisso, com a participação do Deputado Federal Márcio Marinho (PRB/BA), no final da tarde com mais lideranças municipais, inclusive Ricardo Campos, Diretor-Presidente da EMASA. Em ambas as ocasiões, serão apresentados ao deputado solicitações de ajuda na aprovação de projetos de Saneamento em Itabuna.

Ceplac alerta para nova praga que ameaça lavouras de cacau

A Comissão de Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) registrou, pela primeira vez na Bahia, o ataque da cochonilha rosada, um inseto que se alimenta de mais de 200 espécies de planta e está no rol de pragas potencialmente importantes. Os ataques foram registrados  em cacaueiros no município de Mucuri e detectada a presença em Itamaraju, no Extremo Sul do Estado, e no Recôncavo Baiano.

Segundo Alerta Fitossanitário enviado pela Ceplac a produtores, pesquisadores, produtores de mudas e fiscais agropecuários, o inseto nativo da China foi identificado no Brasil pela primeira vez em 2010, no Estado de Roraima, atacando mudas de hibisco, e em maio de 2012, encontrada em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, em cultivo de quiabo.

Ceará começa a produzir cacau para Nestlé em julho

Com investimento de R$800 mil, divididos entre a Agrícola Famosa e a Nestlé, a produção da fruta no estado promete ganhar força nos próximos meses e concorrer com o estado da Bahia

A parceira firmada entre a cearense Agrícola Famosa e a Nestlé começará a dar frutos em julho. É quando terá início o plantio de cacau no perímetro irrigado do Tabuleiro de Russas. Já no próximo mês, executivos da Famosa viajam para visitar as instalações da Nestlé, na cidade de Tours (França), com o objetivo de conhecer os mecanismos genéticos da produção da fruta.

De acordo com presidente da Famosa, Luiz Roberto Barcelos, o investimento será de R$ 800 mil, rateados entre a Agrícola e a multinacional. A informação do acordo entre as empresas foi antecipada pela coluna Vertical S/A do O POVO do último domingo (12).

“Vamos começar com a produção em 55 hectares no perímetro irrigado, adaptando ao processo de produção que já fazemos com o melão. Se tudo sair conforme estamos planejando, poderemos chegar a 1,5 mil ha. A Nestlé entrará com a parte da genética e nós usaremos o conhecimento que temos sobre o solo da região”, enfatiza.

A baixa produtividade do cacau que está sendo plantado na Bahia é apontada por Barcelos como um dos principais motivos para o mercado cearense despontar no cenário cacaueiro.

“A Bahia está com pouca produtividade e um custo de produção cada vez mais alto. O mercado está abrindo essa oportunidade e vamos aproveitar”, pontua.

Cinco vezes maior
Ainda segundo o presidente da Famosa, a ideia é que haja uma produção de 250 arrobas (uma arroba equivale a 15 quilos) por hectares, que seria cerca de cinco vezes mais do que é plantado na Bahia. “A princípio, vamos trabalhar para que haja uma produção com o máximo de peso possível. No futuro, queremos nos qualificar e melhorar nossos grãos”, diz.

A técnica usada será o gotejamento em fileiras duplas, já empregadas em outras frutas e hortaliças na região.

O interesse da Nestlé com a parceira é fornecer o cacau produzido no Ceará para o mercado interno, principalmente as regiões Sul e Sudeste do País. (João Bandeira Neto)

Números800 mil reais será o investimento da produção que será dividido entra a Agrícola e a Nestlé

55 hectares será a produção inicial do cacau no perímetro irrigado do Tabuleiro de Russas
Fonte: O Povo

Casa alugada para sediar projeto está abandonada

Uma casa que deveria sediar o Programa de Proteção de Jovens em Territórios Vulneráveis (Protejo), no bairro Zindolandia, em Itabuna, está abandonada. O Protejo tem o objetivo de criar oportunidades para jovens de uma faixa etária dos 15 aos 23 eles e prepará-los para o estudo ou trabalho. O programa é ligado à Secretaria de Assistência Social, pasta comandada pelo secretário José Trindade.

Wagner viaja para Tóquio e China na segunda-feira

O governador Jaques Wagner embarca na segunda-feira para uma rodada de encontros no Japão e na China. Em Tóquio, será recebido pela cúpula da Kawasaki, responsável no Brasil pelo projeto do Estaleiro Paraguaçu, no Recôncavo baiano.

Originalmente, os japoneses construiriam ali sondas para o pré-sal. Mas agora estão de olho em um novo segmento: serviços de reformas e manutenção de plataformas de petróleo.

Seja bem vindo ao Diário de Itabuna

A partir do ano de 2008, os blogs se tornaram a principal fonte de notícias e informações gerais de Itabuna. Para organizar melhora a lista desses trabalhos, criamos o "Blogs de Itabuna" (blogsdeitabuna.blogspot.com). O problema é que a grande maioria deles posta notícias de Itabuna misturadas às notícias do Brasil (e do mundo), curiosidades, esportes, poesias e até piadas, dando um tom de diversificação. Para melhor organizar e registrar as notícias sobre a cidade de Itabuna, criamos o Diário de Itabuna, um clipping de notícias que, em geral, copiará o primeiro parágrafo das notícias mais relevantes e encaminhará um link para a leitura geral do blog original. Este blog é uma homenagem ao extinto jornal Diário de Itabuna, que durante várias décadas foi o principal veículo de informação sobre a nossa cidade.